De ana a 24 de Julho de 2007 às 10:43
já nos aconteceu não concordarmos com a direcção de um taxista mas nunca nos lembramos de reclamar com a companhia (talvez por ter sido por pouco, uns 20 yuan talvez).
a tua experiência põe as coisas em perspectiva. da próxima vez que nos apetecer resmungar pensamos duas vezes se vale mesmo a pena. bolas.

ps - a minha colega de trabalho, chinesa, concorda totalmente com a atitude da companhia de táxis. segundo a lógica dela, ela não quereria alguém assim a trabalhar na sua companhia, porque a denegria. soa-me cruel. resta-me pensar que não seria talvez a primeira vez que o taxista que te tramou fez das dele, e que talvez merecesse o castigo....


De JNA a 24 de Julho de 2007 às 12:35
Parece que afinal já não vai ser despedido... A Yuyu ligou outra vez e lá os convenceu...

Eles sabem que isto cá só funciona com exemplos. De outra forma é o faroeste que se sabe...

Mas a reacção deles à pena de morte do director da SFDA, de aprovação e de estranheza à minha aversão, demonstra bem a forma de pensar.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres