Segunda-feira, 24 de Setembro de 2007

O Nicolau Santos é parvo

Porque escreve isto:
"É claro que José Azevedo Pereira começa, desde logo, por sofrer da síndrome Avram Grant, o técnico que, para já, substitui José Mourinho como treinador do Chelsea: pode ser excelente, mas ninguém o conhece. Depois, na comparação instantânea, fica a perder por muitos: Paulo Macedo coleccionou êxitos atrás de êxitos à frente da Direcção Geral dos Impostos, enquanto Azevedo Pereira é certamente competente mas tem uma carreira muito discreta como professor universitário e nos cargos de gestão que exerceu. Finalmente, temos a teoria dos ovos que Mourinho desenvolveu: nos supermercados, há ovos da classe 1, 2 e 3. Uns são mais caros que outros. E os primeiros fazem melhores omoletas que os segundos."
(...)
"Por outras palavras, nas condições actuais, o Estado não consegue contratar mais nenhum Mourinho (i.e., Paulos Macedos). Ficar-se-á sempre pelos Avram Grant (género Azevedos Pereiras). Claro que se vai poupar imenso em salários. Mas provavelmente vai-se perder um quaquilhão de vezes mais em impostos que deviam ser cobrados e não serão. É uma questão de escolhas."
É notável como, ainda o homem não começou a trabalhar, e já se fala em ovos de 2ª categoria e de "quaquilhão de vezes mais em impostos que deviam ser cobrados e não serão".
Ambos foram meus professores na faculdade. O Paulo Macedo em Fiscalidade (duhh), o Azevedo Pereira em Planeamento e Financiamento da Empresa e em Obrigações I e II. Boas aulas, o Paulo Macedo com mais piada (o Xispas que o diga...), o Azevedo Pereira mais preocupado ("Dêem-me um pedaço...").
Se é verdade que o anterior DGI tinha mais experiência em matérias fiscais, também é verdade que o Prof. Azevedo Pereira não é nenhum coitadinho. É o Director do MBA do ISEG e era (não sei se ainda será) o Presidente da European Bond Comission. Intelectualmente é, não tenho dúvidas, das pessoas mais brilhantes que conheci. Além disso, é pessoa de confiança do Ministro Teixeira dos Santos, já desde o tempo em que este estava na CMVM.
E também acho fantástico como se passa de um problema de mero reconhecimento - "pode ser excelente, mas ninguém o conhece" - para uma questão de competência - "provavelmente vai-se perder um quaquilhão de vezes mais em impostos ".
 
Mas Nicolau Santos nem o benefício da dúvida dá.  "Pode ser excelente, mas ninguém o conhece". Acho uma piada. Mas alguém conhecia o Paulo Macedo antes? Conheciam os alunos do ISEG e os colegas dele do BCP. Vá, e amigos que ele tenha. Familiares também, claro.
 
Competência que o jornalista Nicolau Santos se sente notavelmente à vontade para julgar. Apesar de não o conhecer.
É por estas e por outras que, mesmo sem o conhecer, acho que Nicolau Santos é, e lamento imenso escrevê-lo, parvo.

 

 


publicado por JNA às 06:37
link do post | dissertar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.dissertações recentes

. Ano Novo, Blog Novo

. 64 Fotos NZ

. Nova Zelândia, resumo da ...

. Chuck Norris

. Quase, quase 11 meses

. O smog nao engana

. Parece que Portugal e des...

. Let's go to the movies

. Decisoes, decisoes

. Quero o meu quarto, a min...

.dissertações anteriores

.tags

. todas as tags

.outros dissertadores

.My Visual DNA

Read my VisualDNA Get your own VisualDNA™
blogs SAPO

.subscrever feeds